Grande e a valer

ð. Todos nós temos uma coisa que nos irrita mesmo. Eu não gosto de brócolos. Sabem mal e são verdes. Também não gosto  de verde (só do claro, do escuro gosto). Também não gosto da palavra “também”. Pois… como podem ver não gosto de muita coisa. Mas e depois? Pode perguntar o espectador menos atento (e só depois reparar que não é “espectador” mas sim “leitor” pois o blog é escrito, mal, mas não deixa de ser escrito). Depois o que acontece é o que acontece com muitas pessoas: eu fico chateado. Isto é, no dia seguinte tenho de ir comprar mais cadeiras (e possivelmente uma ou duas mesas… depende do quão chateado ficar).

Porém há uma coisa que eu gosto e não me deixa chateado. Palavras grandes e engraçadas. Toda a gente já conhece o “Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose”, por isso não é grande coisa (até porque em mandarim, a palavra escreve-se com apenas 5 caracteres…). Eu gosto particularmente da “Hipopotomonstrosesquipedaliofobia”. << O que chamaste à minha mãe?!!>>. Não. Não é um insulto. É uma fobia que define pessoas com medo de palavras grandes e que por isso têm medo de si próprias, pois são “Hipopotomonstrosesquipedaliofóbicos”. Porque é que começa por “hipopoto”? Não faço a mínima ideia, só sei que o leite dos hipopótamos é cor-de-rosa. “monstros”? Provavelmente queriam-se referir ao Nódoa. “pedalio”? Ups. Esta passemos à frente… “fóbicos”. Provavelmente devido a galinhas.

Já que estou nesta verborreia engraçada (mais uma palavra grande), deixo-vos, como de costume leal a vós, o espectador… * perdão *, o leitor, com uma palavra grande, mesmo, mesmo, MESMO grande: LINK (esta palavra é real não foi escrita ao calha graças ao benfica ter perdido outra vez e por isso o tipo bateu com a cabeça no teclado…)

Desejo terminar em grande, como sempre. Por isso decidi inventar uma palavra muito grande, com esperança que o benfica perca amanhã:

Tregioapdefgihuajopçamiteroupicolazexesduofrioblatinali: 1. n. sing., marca das calças do Nódoa; 2. v., o acto ou acção de bater constantemente numa pessoa ancel com uma marreta; 3. v., o acto de tentar, sem sucesso, pronunciar “Tregioapdefgihuajopçamiteroupicolazexesduofrioblatinali” (ver definição de “Tregioapdefgihuajopçamiteroupicolazexesduofrioblatinali”); 4. n. resposta dada ao Nódoa após o conhecer.

Obrigado e devem-me 5€ (eu faço um desconto 4,9999999€).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s